Ir para acessibilidade
inicio do conteúdo

Apresentação

A realidade social maranhense, por tantos anos, tão precária, tem se destacado com os índices mais baixos de qualidade. Ocupa a posição antepenúltima no índice de desenvolvimento humano do país (IDH 0,639) e, segundo dados do IBGE, divulgados em 2016, foi identificado como estado brasileiro que possui maior quantidade de pessoas (52,4%) em condições de extrema pobreza. A cidade de Imperatriz, localizada a 632 km de distância de São Luís, é a segunda cidade mais populosa do Maranhão. Atualmente ocupa o segundo lugar em desenvolvimento econômico e localiza-se na região sudoeste do estado, estendendo-se pela margem direita do rio Tocantins, e atravessada pela Rodovia Belém-Brasília – BR010, situando-se na divisa com o estado do Tocantins. Atualmente, configura-se como importante polo universitário, contando com três instituições públicas de ensino superior, a saber: Universidade Federal do Maranhão – UFMA, Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão – UEMASUL, e o Instituto Federal de Educação (IFMA); além de Instituições privadas: Unidades de Ensino Superior do Sul do Maranhão- UNISULMA; Universidade Ceuma-UNICEUMA, Faculdade de Educação Santa Terezinha-FEST, Pitágoras; e Faculdade de Imperatriz- FACIMP. O curso de Pedagogia da UFMA de Imperatriz se configurou como pioneiro na formação de professores para a Educação Infantil, anos iniciais do Ensino Fundamental e gestão escolar, na região Tocantina . Para que se compreenda a relevância do Curso de Pedagogia da Universidade Federal do Maranhão em Imperatriz, é necessário analisar o contexto histórico, geográfico e político em que ele está inserido. Desde seu início, constatamos a presença de estudantes oriundos de diversos municípios próximos e que vêm a Imperatriz em busca de uma graduação em Pedagogia. Podemos citar alguns desses municípios: Açailândia; Senador La Rocque; João Lisboa; Porto Franco (no estado do Maranhão) e Bela Vista, Sítio Novo, São Miguel e Araguatins (no estado do Tocantins). Esse encontro de diversas culturas e realidades tem dado uma conotação importante ao curso, pela possibilidade de interação das diversidades e de se construir um processo formativo mais bem contextualizado na região Tocantina. No campo profissional os pedagogos formados pelo Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecologia (CCSST) da Universidade Federal do Maranhão, têm atuado desde a docência da Educação Básica até Educação Superior. No campo da gestão, nossos egressos têm atuado na área de formação de formadores, a exemplo de Coordenação Pedagógica, Supervisão Escolar, Orientação Educacional, Direção ou Gestão Escolar, tanto em escolas como em setores das Secretarias Municipais de Educação, Unidade Regional de Educação de Imperatriz e Instituições de Ensino Superior. A gênese do Curso de Pedagogia do campus da UFMA, em Imperatriz, está estreitamente articulada a questões políticas que culminaram com o processo de ampliação das políticas educacionais de interiorização do ensino superior nas universidades públicas brasileiras, proposta pelo Ministério da Educação - MEC, na década de 1970, o que resultou na criação do Campus II, atual Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia – CCSST. Portanto, historicamente, o curso tem sua origem ligada à própria criação do Campus II, bem como ao Curso de Pedagogia da sede em São Luís, pois foi criado, inicialmente, como uma extensão do curso da capital . A Faculdade de Filosofia São Luís foi fundada em 15 de agosto de 1952. O curso de Pedagogia no estado do Maranhão tem suas origens nessa instituição e foi autorizado pelo Decreto nº 32.606, de 23 de abril de 1953 e reconhecido pelo Decreto nº 39.963, de 28 de julho de 1956, ambos do Ministério da Educação (MEC). Dentre as metas estabelecidas pelo Plano de Desenvolvimento Institucional da Universidade Federal do Maranhão (2017-2021) consta o compromisso em “Ampliação da oferta de cursos de pós-graduação stricto e lato sensu em todas as áreas do conhecimento, atendendo exigências da CAPES e do INEP” (PLANO DE DESENVOLVIMENTO..., 2017-2021, p. 55-56). Esta meta indica que a Universidade Federal do Maranhão tem consciência do seu papel social no sentido de se empenhar em promover a elevação da formação docente, tão necessária para contribuir com a melhoria dos indicadores sociais negativos do Estado. Em geral, os egressos do Curso de Pedagogia que desejam dar continuidade à formação no nível de pós-graduação stricto sensu têm que se deslocar para o Campus da UFMA de São Luís, onde estão sediados os poucos programas que o estado do Maranhão possui na área de educação, os quais são o Mestrado em Educação, que é de natureza acadêmica e o Programa de Pós-Graduação em Gestão de Ensino da Educação Básica (PPGEEB), na modalidade de Mestrado Profissional. Nesse sentido, a criação do primeiro mestrado profissional em educação fora da capital do Estado visa a contribuir com a consolidação do processo de interiorização da UFMA, na medida em que atenderá a uma grande demanda de profissionais da educação que não possuem as condições necessárias para se deslocarem até São Luís para cursar uma pós-graduação stricto sensu. Em face do exposto, o Programa de Mestrado Profissional em Formação Docente em Práticas Educativas do CCSST da UFMA trará grandes impactos, local e regional, uma vez que será o primeiro curso de Mestrado em Educação a funcionar no interior do Estado do Maranhão, o qual possui 217 municípios. A proposta do Programa de Pós-Graduação em Formação Docente em Práticas Educativas pauta-se no inciso I, do Artigo 3º, da Portaria Normativa nº 07/2009, que dispõe sobre os mestrados profissionais: “a capacitação de pessoal para a prática profissional avançada e transformadora de procedimentos e processos aplicados, por meio da incorporação do método científico, habilitando o profissional para atuar em atividades técnico-científicas e de inovação”. (BRASIL, 2009, p. 2). Partindo do pressuposto de que o mestrado profissional possui como característica peculiar uma maior aproximação com o mercado de trabalho, no âmbito da educação isso significa uma interessante inserção nos espaços escolares, promovendo uma ampla problematização da prática pedagógica, integrando a pesquisa científica e o desenvolvimento de metodologias de ensino e construção de práticas interculturais e interdisciplinares. Tomando por base a necessidade de ampliar as diferentes estratégias formativas a partir das diversidades que constituem a realidade da educação maranhense, a aprovação da presente proposta de Programa de Mestrado Profissional do Curso de Pedagogia do CCSST tem forte potencial de impacto na educação básica. Tal aprovação permitirá um amplo debate sobre os problemas educacionais vivenciados no contexto sociocultural e econômico de Imperatriz e região, a partir de uma abordagem interdisciplinar, resultando em pesquisas aplicadas e dissertações marcadas por estratégias didáticas centradas na geração de produtos educacionais capazes de contribuir para a melhoria e mudanças na realidade da educação maranhense.

Endereços

  • Endereço físico
    CCSST-UFMA-IMPERATRIZ
  • Site oficial
    mestradoeduimperatriz@outlook.com
  • Site alternativo
    http://
fim do conteúdo