Ir para acessibilidade
inicio do conteúdo

Apresentação

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da UFMA, é uma das primeiras consequências do acordo de parceria que foi firmado entre a Universidade Federal do Maranhão, Federação das Indústrias do Estado do Maranhão, Instituto Euvaldo Lodi, Fundação Sousândrade, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Maranhão e Governo do Estado do Maranhão. Este Programa de Pós-Graduação tem como objetivo geral qualificar recursos humanos em nível de mestrado e de doutorado, nas suas áreas de concentração, visando a desenvolver e aprofundar a formação adquirida nos cursos de graduação, formar professores, pesquisadores e profissionais, atuantes em Tecnologia ou na Indústria para liderarem políticas e ações em Tecnologia Industrial. Levando em consideração as prioridades para o desenvolvimento da região, o Programa de Pósgraduação em Engenharia Elétrica foi projetado para contemplar as três áreas de concentração: Sistemas de Energia Elétrica (SE); Automação e Controle (AC); e Ciência da Computação (CC). A estruturação do Programa de Pós-Graduação foi iniciada em 1994, e o seu início oficial em 1995, tendo sido recomendado pela CAPES em junho do mesmo ano, em nível de Mestrado. Em 2008 o Programa teve o doutorado recomendado pela CAPES. Durante os três primeiros anos de funcionamento do Programa o apoio financeiro da FAPEMA, através de bolsas e auxílios, foi essencial para a estruturação e andamento do mesmo. Particularmente em 1995, com o início oficial do Programa e ingresso de estudantes, esse apoio se tornou fundamental, visto que, por ser este um Programa novo, não foi beneficiário de bolsas dos órgãos federais de fomento. Para a implantação do Programa foram contratados, em 1993, 10 professores visitantes doutores, oriundos do Brasil e do Exterior, que se juntaram aos dois doutores do quadro docente do Departamento de Engenharia de Eletricidade(DEE) da UFMA. Atualmente o Programa conta com 22 doutores no seu quadro, sendo classificados como 15 Docentes Permanentes e 07 Docentes Colaboradores. Desde a data de criação até o presente, o Programa já formou 405 mestres e 37 doutores. A implantação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica tem atraído investimentos que estão beneficiando diretamente a graduação, especialmente em termos de recursos laboratoriais, biblioteca e mudança de mentalidade. No início de 1995 o DEE tinha apenas 3 microcomputadores e hoje, em termos de recursos laboratoriais , 100% dos laboratórios encontram-se em condições adequadas de funcionamento para ensino e pesquisa. Todos os laboratórios estão ligados em rede o que permite que alunos e professores possam ter acesso as bases científicas, através do Portal CAPES. Isso vem reforçar diretamente à formação dos alunos e estimular a criatividade e a presença continuada do aluno na Universidade. Toda a estrutura laboratorial do Programa vem sendo atualizada anualmente com recursos financeiros oriundos de projetos de pesquisa e projetos de pesquisa e desenvolvimento. IMPACTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO NA REGIÃO Os benefícios trazidos pelo Programa de Pós-Graduação para a Universidade, Estado e sociedade em geral, podem ser agrupados da seguinte forma: 1. Impacto institucional: mudança de mentalidade e demanda interna; 2. Atração de investimentos federais de fomento à pesquisa; 3. Aumento da cooperação universidade-empresa; 4. Recursos humanos: aperfeiçoamento e criação de lideranças técnicas; 5. Aumento da produção científica.

Endereços

  • Endereço físico
  • Site oficial
    http://www.ppgee.ufma.br/
  • Site alternativo
    http://
fim do conteúdo