Ir para acessibilidade
inicio do conteúdo

Apresentação

O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico (PPGDSE) da Universidade Federal do Maranhão foi criado por meio da resolução do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (CONSEPE/UFMA) 670/2009. Fez seu primeiro processo seletivo em 2010 e iniciou sua primeira turma em 2011, com a implementação do curso de Mestrado. A criação do PPGDSE resultou de um esforço coletivo dos professores e das professoras do Departamento de Economia da UFMA, que decidiram contribuir no atendimento de uma demanda regional por produção científica em nível de pós-graduação no campo das Ciências Econômicas. Como elemento norteador, estabeleceu-se a pretensão de desenvolver pesquisas que intensifiquem o debate sobre as particularidades locais e sua conexão com a universalidade do desenvolvimento capitalista. Desde 2013, com a formação dos primeiros mestres em Desenvolvimento Socioeconômico no Estado do Maranhão, o Programa tem contribuído na formação de pessoas para a carreira docente e para aprimoramento das atividades de pesquisas, em instituições públicas e privadas nas regiões norte e nordeste do Brasil. De fato, como é possível constatar a partir do acompanhamento de egressos, a ampla maioria dos ex-alunos está devidamente empregada, alguns, inclusive no Departamento de Economia da UFMA e em instituições de ensino do Maranhão e estados vizinhos, nesse caso com destaque para o Piauí. Além disso, vários ex-alunos seguiram a carreira acadêmica em nível de doutorado O corpo docente do Programa conta com dois professores titulares e alguns com experiência de participação em outros programas de pós-graduação. Sua qualidade tem sido reconhecida nas avaliações da CAPES por meio do conceito Muito Bom e pelo fato do PPGDSE está se consolidando no Maranhão e estados vizinhos enquanto referência de ensino e pesquisas no campo das Ciências Econômicas, elemento materializado em convites para participar em bancas de concursos, participação em eventos e parcerias com pesquisadores de outras instituições. As pesquisas decorrentes têm privilegiado temas tais como segurança alimentar, desenvolvimento local, avaliação de políticas públicas, agronegócio, problemas ambientais, política de emprego, análise das políticas neoliberais e outras questões relevantes regionalmente. Nesse contexto, busca-se também apresentar alternativas a modelos de desenvolvimento socioeconômico adotados à revelia da maior parte da sociedade. O Programa tem como área de concentração a de Desenvolvimento Socioeconômico. Atualmente conta com as seguintes linhas de pesquisa: i) Desenvolvimento Regional, Agricultura e Meio Ambiente - Desenvolvimento regional; desenvolvimento e agricultura; desenvolvimento e meio ambiente; desenvolvimento e território. ii) Trabalho, Estado e Mundialização - Economia do trabalho; desenvolvimento, dependência e imperialismo; Estado e finanças públicas; política econômica e planejamento; economia internacional. A atividade de pesquisa dos docentes vinculados ao Programa é articulada através dos grupos cadastrados no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq, em alguns casos em parceria também com outros programas de pós-graduação da UFMA e da Universidade Estadual do Maranhão. Em 2018 verificaram-se contribuições dos seguintes grupos: - Desenvolvimento Econômico e Agricultura Brasileira (DEAB); - Grupo de Estudos sobre a Reestruturação Produtiva, a Mundialização do Capital, os Movimentos Sociais e o Estado Contemporâneos (GERME); - Economia Regional Aplicada (ERA); - Grupo de Estudos sobre o Capitalismo Contemporâneo e a Reprodução da Força de Trabalho; - Grupo de Estudos em Economia Política e História Econômica (GEEPHE); - Grupo de Avaliação e Estudo da Pobreza e de Políticas Direcionadas à Pobreza (GAEPP). O ingresso no Curso de Mestrado se dá por meio de processo seletivo público e universal, regido por Edital, consistindo em quatro etapas: análise de anteprojeto de pesquisa, prova escrita, prova oral e prova de língua estrangeira (inglês). Desde o início das atividades do Programa, em 2011, até 2018 foram defendidas mais de 50 dissertações de Mestrado e apresentadas mais de 600 produções, considerando as produções bibliográficas e técnicas, por parte dos docentes e discentes. A partir de 2018, de forma mais sistemática, está sendo maior monitoramento das condições de funcionamento do Programa e estão sendo tomadas decisões que contribuam para o aumento da nota atribuída pela CAPES, de modo que se possa construir um projeto para um curso de doutorado, ao fim da avaliação quadrienal 2017-2020.

Endereços

  • Endereço físico
  • Site oficial
    https://ppgdse.ufma.br
  • Site alternativo
    http://
fim do conteúdo