Ir para acessibilidade
inicio do conteúdo

Apresentação

O Programa de Pós-Graduação em Física (PPGF) foi inicialmente aprovado, em nível institucional, pela Resolução CONSEPE Nº 358, de 19 de julho de 2004, tendo a primeira turma de alunos ingressado em setembro/2004. O Programa iniciou como Curso de Mestrado em Física, conceito 3, reconhecido pela CAPES em maio de 2005, e área básica de Física da Matéria Condensada. A partir de 2018 a área básica do PPGF passou a ser “Física”. Devido ao contínuo incremento dos seus indicadores, o PPGF foi promovido para conceito 4 na avaliação trienal de 2010, ano que coincidiu com a autorização para a abertura do curso de Doutorado em Física (em dezembro/2010), pela CAPES, com a primeira turma de doutorandos ingressando em março/2011. Com a abertura do doutorado, foi elaborado um novo Regimento Interno, aprovado pela Resolução 770 do CONSEPE, em 30/06/2010, regulamentando as atividades acadêmicas do Programa a nível de mestrado e doutorado, em duas áreas de concentração: (i) Física da Matéria Condensada e (ii) Física das Partículas Elementares e Campos. Na avaliação quadrienal 2013-2016 da CAPES, o PPGF foi promovido ao conceito 5, alcançando o patamar de referência nacional entre os Programas de pós-graduação em Física do Brasil. O conceito 5 passou a valer a partir de 2017, colocando o PPGF em destaque no estado MA, onde existem apenas outros dois programas nota 5 até esta data. Desde 2015, a seleção ao Programa possui duas modalidades: a primeira controlada por exame de seleção constituído de prova escrita elaborada pelo corpo docente do Programa; a segunda modalidade consiste no uso da nota obtida nos Exames Unificados dos estados de Rio de Janeiro e de São Paulo. Ambas vias de entrada estão regulamentados por editais internos da Pró-Reitora de Pesquisa. Em média, o PPGF oferece, por seleção, 4 vagas para mestrado e 4 vagas para doutorado, em geral não preenchidas em sua totalidade. Como tem ocorrido em média duas seleções por semestre, as vagas ofertadas giram em torno de 15 para o mestrado e 15 para o doutorado. O Programa tem formado uma média quase 5-6 alunos de mestrado por ano, tendo titulado um total de 87 mestres e 19 doutores até o final de 2020, perfazendo um total de 89 egressos. Dos 19 doutores formados (até o final de 2020), 18 destes fizeram o mestrado no PPGF ou graduação na UFMA; apenas 1 não é originário da própria UFMA. Estes dados mostram que programa forma principalmente estudantes advindos do estado do Maranhão, o que fortalece a sua proposta e inserção social. Dos 89 egressos, 52 atuam como professores (58% do total), sendo 01 na rede de ensino estadual (Seduc-MA), 01 na Escola da Marinha do Ceará, 07 em IES da rede privada (06 no MA, 01 fora do MA) e 43 em IES públicas (37 do estado do MA, 6 IES públicas fora do estado). Portanto, 44 egressos atuam como professores no estado do MA. No que se refere à inserção do Programa no contexto local da realidade científica e educacional do estado do Maranhão, o programa forma recursos humanos que atuam diretamente no sistema de ensino do estado. Dos 44 egressos que atuam como professores no MA, 01 está na rede estadual do ensino médio, 43 estão nas IES do Estado do Maranhão, sendo 37 nas IES públicas e 06 nas IES privadas. São 17 egressos atuando na UFMA, 16 no IFMA, 03 na UEMA e 01 na UEMASUL. Isto demonstra o alto nível de impacto que as ações do PPGF exercem no sistema de ensino do estado do MA no que concerne ao desenvolvimento da área de Física, com óbvios impactos positivos em toda área das ciências exatas e tecnológicas. Tais dados revelam que o PPGF/UFMA cumpre sua missão acadêmica com grande repercussão social no que se refere à melhoria da formação do profissional que atua na área de Física no estado do MA, preenchendo lacunas históricas. Neste sentido, convém afirmar que o programa está corretamente contextualizado, proposto e situado em seu ambiente social. No que se refere ao quadro docente, o PPGF/UFMA tem realizado esforços para ampliar o número de pesquisadores ativos, preservando a qualidade do corpo e os índices de produtividade. Como seus esforços, assistidos pelos procedimentos de autoavaliação, o PPGF tem conseguido manter média de 12 docentes permanentes no presente quadriênio. No quadro docente, no último quadriênio, por ano, constaram: • Em 2017: 16 pesquisadores, sendo 12 permanentes, 02 visitantes e 02 colaboradores. • Em 2018: 14 pesquisadores, sendo 12 docentes permanentes e 02 visitantes. • Em 2019: 16 pesquisadores, sendo 12 permanentes, 02 visitantes e 02 colaboradores. • Em 2020: 16 pesquisadores, sendo 12 permanentes, 02 visitantes e 02 colaboradores. COLEGIADO O Colegiado é o órgão normativo e deliberativo da supervisão administrativa e didática do Programa, que se reúne ordinariamente uma vez por mês e, extraordinariamente, mediante necessidades. Integrantes: • Prof. Manoel Messias Ferreira Júnior - Coordenador do Programa • Prof. Adalto Rodrigues Gomes dos Santos Filho • Prof. Carlos Eduardo da Hora Santos • Prof. Alan Silva de Menezes • Prof. Edilberto Oliveira Silva • Prof. Dr. Rodolfo Alvan Casana Sifuentes • Marcos Lima Dias/Ruana Cardoso Lima - Representantes discente SECRETARIA A Secretaria é unidade executora dos serviços administrativos do Programa. Atualmente a Secretaria é dirigida por: Lucimary Marques Ferreira Endereço para correspondências Programa de Pós-graduação em Física - Centro de Ciências Exatas e Tecnologia Universidade Federal do Maranhão Cidade Universitária do Bacanga Av. dos Portugueses, 1966 - Bacanga CEP 65080-805 - São Luis - MA Telefone: +55 98 3272 8204

Endereços

  • Endereço físico
  • Site oficial
    http://www.ppgf.ufma.br
  • Site alternativo
    http://www.ppgf.ufma.br
fim do conteúdo